domingo, 13 de março de 2011

E por longos momentos o meu silêncio foi apenas interrompido pelo som das ondas. E dei por mim a questionar-me sobre o que se sentirá sentado numa prancha no meio do mar, só assim.

Ando assim. Necessitada de silêncio. De paz. De sossego.
Eu qeu odiava estar sozinha e no silêncio. Algo vai na minha alma, mas ainda não fui capaz de desvendar.

3 comentários:

S* disse...

Ultimamente também gosto de desfrutar os meus momentos solitários.

João(mais nada) disse...

indescrítivel a sensaçãod e estar horasa fio em cima de uma prancha a apanhar ondas.só nós, as ondas o seu ruído , o vento e céu. maravilhoso!
no verão então até ao pôr do sol...

Perfectly Crazy disse...

João, deve ser mesmo muito bom. O quanto ando a precisar de momentos assim.